segunda-feira, janeiro 16, 2006

Pérolas (ou divagações)

Hoje resolvi fazer abdominais na esperança que o meu maior investimento nos últimos anos seja corroído.
É, minha pança já deve ter um apartamento de tantas cervejas que eu já tomei.
Terminadas as 150 abdominais que arrisquei fazer, consegui recuperar todas as calorias com 3 pratos de ravioli com calabresa. Ô maravilha.

Continuo insistindo com as pessoas que meu coração não é de pedra porque pedra ainda tem peso. Meu coração é de isopor. Eu sou mau.

Apago os scraps de quem apaga os meus scraps. Assisto Não Pertube e admiro o jeito demoníaco de Bart Simpson.

Meu novo nome é Isoporheart.

Faço perguntas indiscretas pras pessoas porque eu quero conhecê-las melhor. E faço piadinhas quando as pessoas querem saber meu sentimento.

Também sou palhacinho quando estou muito nervoso, ou muito feliz. E sempre fico nervoso quando to feliz.

E costumo ficar feliz quando me apaixono. Ó, viram como há algum sentimento?

Eu não faço só sexo brutal, sei onde está o meu sentimento!

Enfim. Quero tocar as pessoas com as palavras, enquanto não posso tocá-las com os lábios. Quero ver se o cupido me acerta, ou se eu acho um pote de sentimentos que eu possa abrir.

Eu quero, só não sei como, nem com quem.

3 comentários:

Bowie Macgowan disse...

Rapaz, rapaz....
quando tu escreves assim, sei nao, sei nao....
Ne?

Galática disse...

hum, hum, depois ainda faz piadinha com a boba aqui qdo eu falo de cupido, flechadas...

Alucinógena disse...

Quantas cervejas cabe no teu coração de isopor?