sexta-feira, janeiro 06, 2006

My Funny Valentine entre mil cacos de vidro



Não que seja doce,
é só o que derramas
tua febre ociosa, mil
os teus demônios matinais
e gritas, eufórica
tuas peias por vingança.

Eu te quero entre absurdos
abusiva e feroz
milhas de distancia entre
teu desejo de estar e o sabor
do beijo alcoolizado.

Eu te gargalho, eu te entorpeço
porque és vil e são puras
tuas matizes de passado.

3 comentários:

Lili Cheveux de Feu disse...

Não dá nem pra comentar uns posts destes Bowie...
Não dá.
.
.
.
.
.
Beijos.

Bowie Macgowan disse...

eu nao cobro entrada em noites escuras e esfumadas.
mas estou sempre na portaria.

Alucinógena disse...

Hum...