quarta-feira, dezembro 26, 2007

"On an island" e "Remember that night"


"On an island", David Gilmour, 2006

Eu comprei a minha cópia do álbum "On an island" (David Gilmour, 2006) em Dezembro do ano passado, e minha cópia do DVD "Remember that night" (D. Gilmour, 2007) somente alguns meses após o seu lançamento. A cópia de "On an island", eu fiz questão de comprar uma edição especial para colecionadores disponível somente no Japão, já que eu ainda estava por lá. Não me arrependi nem um pouco: Além dela conter um DVD bônus com uma prévia do "Remember that night", ela também me deu um passe para fazer o download gratuito de "Island Jam 2007", uma faixa bônus que constava no site do D. Gilmour somente para quem havia comprado o disco.

E a cada audição do álbum, eu sentia algo complicado até de se explicar. Não era exatamente algo ruim, mas algo que inquietava. Como se sentisse saudades de um lugar diferente de onde quer que eu estivesse, e não importasse onde eu estivesse, sentiria saudades mesmo assim. É como sentir saudades de algo que não ocorreu (ainda). Explico-me: É como se mesmo que estivesse no Japão, sentiria saudades do Brasil, e vice-versa. O fato é que eu não saberia dizer exatamente de onde ou quem eu sentia aquilo, e não importa onde e quando, a inquietação viria à tona sempre que se ouvisse o disco.

Ao assistir o DVD "Remember that night", justamente após a faixa título do álbum, "On an island", o Sr. D. Gilmour explica para todos que assim o sentiram durante as audições do álbum: "Esta foi 'on an island', uma canção que fala de sentir a falta de pessoas e momentos que passaram e que já se foram para sempre". Entendi e acreditei: Era de propósito. Sinal de que compreendi bem o propósito, não apenas da faixa, mas do disco como um todo.


"Remember that night", David Gilmour, 2007. De fato, uma noite para ser lembrada por todos os que estiveram presentes, e compartilhada por todos nós que podemos assistir ao registro.

quinta-feira, dezembro 20, 2007

Recesso

Maluco em estado de graça em algum pub londrino.
Eu, sob tratamento por aqui em Belém. Não, não senhores... Ainda não é tratamento psquiátrico não.

Não sei da Alucinógena.
Nem da Galáctica.

Recesso de fim de ano para todos, portanto boas festas, com ou sem exageros!

terça-feira, dezembro 18, 2007

Perú - Segunda parada: Lima

Nem preciso dizer que tenho cara de turista. Num país onde só se fala espanhol, eu cheguei falando inglês e português.

Começou pela brincadeira do taxi. Uma corrida que deveria custar 20 Sóis (ou Soles, em espanhol) saiu pela bagatela de 65 sóis. Mas como eu ia saber previamente.

Lima é uma cidade gigantesca, suja, desorganizada, ou seja tem tudo que uma metrópole precisa ter. Tem mais ou menos 8 milhões de habitantes.

Sem querer entrar em detalhes, o bairro do hotel que eu fiquei era tranquilo. A temperatura também é muito agradável. No período que fiquei por lá, não fez mais calor que 20 graus Celsius.

Foi lá também que eu encontrei pela primeira vez o Pacífico. O seu Pacífico do ataque a Pearl Harbor. Dos 2 ataques da bomba atômica, dos testes nucleares na Polinésia Francesa. Enfim, o Pacífico.


Desde quando Djavan me transformou em verbo, eu fiquei sem ação...


Praticamente na mesma hora que conheci o Pacífico, encontrei também um velho conhecido americano. Cheio de boobs, com 'chicken wings' e muito amor pra dar, a corujinha do Hooters:



Mas o mais importante dessa viagem foi perceber que Lima, diferente de outras cidades famosas no mundo, tem uma preocupação e um valor heterossexual a preservar. E no hotel que eu fiquei hospedado, existia um regulamento:


Atenção ao ítem 12, por favor.


E assim terminou mais uma viagem do maluco.

domingo, dezembro 16, 2007

little boots



Calígula (Tinto Brass, Bob Guccione, 1980)

Comprei a edição de 20 anos de aniversário de Calígula em DVD por uma bagatela, mais uns outros tantos títulos que comento outro dia. Vende-se a idéia de que se trata de uma versão sem cortes, mas confesso que o filme me chocou bem menos do que quando o assisti pela primeira vez, há uns 15 anos. Bom, em dias de pornografia asiática com direito a estupro e masoquismo, não é um pornô-artístico que irá chocar alguém. Diz a capa que foi remasterizado, mas eu não percebi. Mesmo assim, vale cada centavo. As cenas nuas de Teresa Ann Savoy já pagam o filme, bem como a atuação magnífica de Malcolm McDowell.

Para quem não conhece, o filme foi lançado pela Penthouse Films, vertente da empresa americana do erotismo, que também tem sua história em filme de hollywood (The people vs. Larry Flint) com a atuação não menos brilhante do Natural born killer Woody Harrelson, e que conta a história do imperador Calígula, jovem, imaturo e louco demais para dar conta de uma Roma seca por corrupção. Calígula (em português, "botinhas") mantinha uma relação extra-oficial aberta com sua irmã Drusilla (T. Ann Savoy) e também era casado com a mulher mais libertina de todo o império. Cenas de traição, assassinato, sexo explícito, pererecas e axilas cabeludas e loucura extrema que imortalizam o filme de forma poética e magistral. Alugado, comprado, copiado, mulado... Qualquer mídia que seja o caso, o filme vale cada segundo de atenção devido. A edição de 20 anos tem cenas inéditas dirigidas por Bob Guccione.

sexta-feira, dezembro 14, 2007

I wanna be a superman

Chico Buarque conta como tentou ser Oscar Niemeyer.

Ei, porra!!! peraê, peraê!!!
Um dos caras faz 100 anos e diz que bebe vinho, fuma charuto e dá umazinha TODOS OS DIAS!
Já o outro, é o terror dos maridos, o Ultra-Ricardo, aquele que come as nossas esposas SOMENTE COM O OLHAR.

Agora, tu já pensaste se um se torna o outro, e vice-versa? O que resutaria disso? Um misto de Juvenal Antena e Cap. Nascimento regado a poesia cinqüentista, daquelas de arrepiar os poros da menina ao se falar cordialidades safadas ao pé do ouvido?

Ainda bem que a matéria em questão fala de como o Chico Buarque já sonhou um dia em ser arquiteto... Ufa!
Mesmo assim... Tu já pensaste?

Todo mundo quer amor de verdade

Agradecimento

Gostaria de agradecer a última sexta-feira do ano.

quinta-feira, dezembro 13, 2007

Pensando bem, seria tão melhor ter passado as férias no Brasil...


Caso nosso amigo constate que o link do título deste post diz a verdade, é o que ele pensará.
Esperemos que não.
Esperemos que não...

A Alzira já não ficará mais nua na novela


Alzira, vulga Flávia Alessandra, cujas tetas purpurinadas já elevaram tanto o meu ibope, no sofá de minha casa...

Link no título.

Sacanagem do Aguinaldo Silva.
Ele começa matando o Juvenal, que é um exemplo, uma aula de macheza para todo o povo brasileiro...
E agora ele acaba com o maior alavancador de ibope masculino (se é que vocês me entendem por "alavancar"...).
Pronto! Era só o que me faltava!
E assim teremos mais uma novela chata na rede globo!

terça-feira, dezembro 11, 2007

The songs remains the same


E só por um tantinho, mais um tantinho, que nosso maluco-mor não assistiu ao show de prima, em Londres, na primeira fila, naquela formada pelos seguranças que impedem de as pessoas subirem no palco...

Link no título

Incógnita

Pessoa esquecida
Que não se lembra
Apática
À parte
Se parte
Não mais se debate...


/me contando as horas!

terça-feira, dezembro 04, 2007

Enquanto o Bowie odeia as dicotiledôneas...

Eu tenho medo das tarântulas, vulgo, caranguejeiras.

O engraçado é que não tenho medo de outras aranhas. Até brinco com umas maiores do que a palma da minha mão que aparecem aqui em casa (sabe como é casa velha). Não chego a tocar, no máximo eu espanto com batidinhas na parede porque todo mundo se apavora com elas. Mas a calma vai pro brejo com uma caranguejeira.

Essa noite, abri a janela do meu quarto e encostei nela pra brincar com meu cachorro, que passa a noite apreciando a vista do terraço de casa. Braços encostados no "parapeito", mãos penduradas pra fora, toda tranqüilidade do mundo até que, pelo cantinho do olho, dou de cara com uma aranha E-N-O-R-M-E, centímetros da minha mão.

Paralisei! Parecia que se eu respirasse mais forte, ela ia pular no meu braço, ou no meu rosto (sim, ela veio subindo pela parede). Fiquei feito um 2 de paus sei lá quanto tempo. Não sabia se rezava pra ela seguir subindo e se afastar ou pra ficar parada até eu conseguir fechar a janela. Se ela seguisse era capaz de entrar no quarto - aí fodeu!

Reuni os frangalhos de coragem, puxei os braços pra dentro e fechei a janela devagar. Só tive coragem de abrir a janela de manhã, mesmo assim, só a parte de madeira, o vidro continua fechado até agora.

Pra tentar "exorcisar" o pavor, procurei uns sites (título) que falassem sobre elas e descobri que, ao contrário do que eu pensava, nem todas as caranguejeiras são muito peçonhentas pro homem. Inlusive, essa que me apavorou a noite toda, nem agressiva é, tanto que é uma das mais adotadas como bichinho de estimação.

Mas tá foda! Isso não mudou nada o meu pânico...

segunda-feira, dezembro 03, 2007

Eu ODEIO as dicotiledôneas...

E as monocotiledôneas também.
Culpa do meu trabalho, e nada que ver com nosso amigo Hans e suas frutas (link ao lado).

Alguém que entenda de botânica pra me ajudar a formular uma classificação geral de todos os grupos de base dessas porras de plantas, pra pôr num site?

Guitarra que se afina sozinha é mostrada no Japão





cabuloso...

domingo, dezembro 02, 2007

A história do Rock 0.0.1 - Negro e astuto feito gato preto.

Fazia calor na tarde tediosa da Bahia de todos os santos.
Raul recém ganhara do pai um aparelho de rádio AM, retribuição às suas boas notas na escola. Movidos mais pelo tédio que pela curiosidade, Jerry gira um dos botões e liga o rádio novo de Raul, enquanto sorvia goles quentes de Guaraná Jesus, presente de sua tia residente nas longínquas dunas maranhenses.
"Mexe nisso não, Jerry. Painho briga se escangalhar, e o rádio é novinho"
Jerry Adriani não dá a mínima para o que diz Raul, e sintoniza numa rádio local, cuja voz negra mal-sintonizada chamou a atenção de Raul: "...oooh, my ding-a-ling, ding-a-ling, ding-a-ling..."

Raul cai compulsivo no chão.
"que é isso, rapaz! tá passando mal! Vou chamar a tia!" dizia Jerry enquanto Raul se retorcia todo no piso da sala.
"Carece não, carece não. Tô só imitando o rapaz no rádio" Aumenta o volume um pouquinho mais?"
"Imitando o que? Ôxe, que eu não vejo ninguém se retorcendo assim todim não... Mas que é um tal de "ding-a-ling" danado que ouço e nadinha mais, visse?"

Eis que entra no recinto o pai de Raul, já afrouxando a cinta para passar lição merecida nos dois moleques. "Vamo parando com isso, os dois! Raul, de barriga pra parede agora, que eu te mostro já o peso da minha cinta de couro, seu cabra muito sem vergonha!"

Mas Raul esquivou-se dos golpes e da peleja do pai, ainda se contorcendo e sacudindo pelo chão.

"Uau, parece uma pantera..." Pensou alto Jerry, o próximo na mira de tamanha fúria do pai de Raul.

sábado, dezembro 01, 2007

A HISTÓRIA DO ROCK

Raul já estava de saco cheio. Já tinha ido em Peg-Pags do munto todo, já tinha visto cristo ser crucificado, virou mosca, virou sopa, e achava que faltava alguma coisa.

Juntou uma carteira de cigarro, uma garrafa de vodca, virou pra Paulo Coelho e falou:

- Quer saber? Eu vou pros EUA das Américas.
- Que é isso bicho??? E vai deixar o baseado inteiro todo só pra mim cara?
- É podescrer. Essa viagem pode esperar mais 10 minutos. Falou o maluco beleza.

E depois de puxar mais um baseado, Raul filosofava com Paulinho.

- Po Paulo, depois que a gente viu aquele ET em Copacabana... depois que a tal da Sociedade Alternativa não vingou, eu fiz uns rabiscos aqui cara... sabe, nada sério, sobre um pastor que sonha demais sobre a mesma coisa. Fica pra tú, bixo. Eu vou pros EUA das Américas e tu podes.. sei lá cara... entende? Faz qualquer coisa com esse livro aí.

E foi assim que Raul se despediu de Paulo Coelho e zarpou pra América. Como ele foi a pé, ele chegou primeiro no sul dos EUA.

sexta-feira, novembro 30, 2007

Pobre Dona Baratinha!

Era só o que faltava!

Tadinha, no meio dessa tal ditadura da beleza, sobrou até pra ela!?

Tá certo, não sou hipócrita, bem que eu queria photoshopar certas coisinhas em mim, mas assim já é esquizofrenia...

Essa mania de boneca Barbie tá literalmente desbaratando as mulheres.

Aposto que os cuecas concordam comigo.



Mão no título.

Os 100 filmes mais "roque enrola"


As lindas e preciosas tetinhas de Kate Hudson, vistas bem de leve... Mas o filme mostra bem mais que isso.

Link no tótulo.
Concordo com a lista, mas convenhamos... Existem mais filmes que tratam do bom e velho rock and roll que isso?
Eu nem sabia que chegavam a 100!

Eu gosto particularmente de "Quase famosos" (Almost Famous, 2000). Sei lá, a visão apaixonada e romântica que o diretor e escritor Cameron Crowe deu para aquela época, digamos aquele entre tantos auges do rock. E gosto também de ver a atuação fantástica (e os peitinhos fantásticos) de Kate Hudson, vivendo a personagem Penny Lane.

"It's all happening".

Comprei o DVD anos atrás, antes de ir ao Japão. Mas perdi. Emprestei pra alguém, e nunca mais foi-me devolvido. Hoje já nem lembro quem teria sido. Vou ver se compro de novo.

quinta-feira, novembro 29, 2007

Como um Mutante...

Chuck Berry

Pode não ser o inventor do gênero, mas personifica a essência do rock'n'roll: compositor, instrumentista, performer e, sobretudo, um tremendo sacana


Elvis Presley

O primeiro grande ídolo a cruzar a ponte rock/pop, o ícone-mor, mito e mico, conquistador e traidor, exemplo e caricatura. Parâmetro para medir todos no rock - e no pop


Beatles

Mil bandas em uma, template válido para todas as gerações, o DNA mitocondrial. Eles fizeram quase tudo


Glam Rock

Pop, hard rock, armações e a escada que o gênio David Bowie usou para subir


Pós-Punk

A coragem e a cara-de-pau do punk em momento supercriativo levam ao rock novas possibilidades


Tecnopop

Sintetizadores e seqüenciadores a serviço do pop. Hoje reprocessado com o nome de electro


Grunge

Outra colisão entre alternativos e pesados, fusão e confusão a cargo de Nirvana, Pearl Jam e Alice in Chains: muitos mortos e feridos no caminho


Thrash

A partir de "Kill'em All", do Metallica (1982), velocidade e volume brutais derrubam o muro entre metal e punk


Rocktrônica

A eletrônica com cara, atitude e sons - sampleados ou não - de rock


College Rock

Som dos universitários americanos do começo dos anos 80, com espaço para bandas díspares como Husker Du, R.E.M. e Pixies


Country Alternativo

Neobaladismo em onda caubói - lírico que inexplicavelmente bate forte na superurbana Londres


Indie Dance

Confluência hedonista no Reino Unido, com ecos tardios mundo afora nos anos 90


Country

Bill Halley, Elvis Presley e toda a turma da gravadora Sun, celeiro de onde o rock saiu para dominar o mundo, eram fãs do som caipira americano. Associado ao swing e ao boogie, o gênero rural permanece na essência do rock ao longo das décadas


Rhythm & Blues

Os primeiros rocks se confundem com os blues "para pular" (jump blues) dos anos 40, com elementos das big bands de swing. A soul music e todos os sons negros que também vieram a partir daí estão na alma do rock


Pop

A indústria de ídolos da música popular americana já existia, mas abraçou o rock com especial paixão. Compositores como Leiber & Stoller e produtores como Phil Spector foram fundamentais para o surgimento de fenômenos como os Beatles


Rock

Entre 1954 e 1969 é possível traçar uma linha principal, uma espécie de tronco básico de onde partem todos os ramais para essa viagem. Quase tudo o que veio depois foi definido pelas experimentações desse período de extrema criação


Folk Rock

A partir de Bob Dylan e de sua influência, a tradição medieval do trovador e as ambições poéticas e autorais se tornaram uma das principais vertentes do rock, ressurgindo ciclicamente no centro das atenções. Principalmente da crítica


Hard Rock

A partir do Yardbirds, banda que deu origem ao Led Zeppelin, o barulho segue em nuances hard rock e metal (com todas as subdivisões e novas misturas que tornaram esta linha uma das mais populares e inquietas)


Rock Alternativo

O termo é dos anos 90, mas batiza a linha que, baseada em Beatles e Stones, encarna a vocação contestadora do rock. Sai do Velvet e perfaz um trajeto cheio de estações, divisões, curvas e revoluções - entre elas, o punk


Rock Progressivo

Vindo da psicodelia britânica e do LP Sgt. Pepper's, dos Beatles, musicalmente mais elaborado, teve seu auge nos anos 70, mas é influente até hoje, apesar das críticas nem sempre justas. Rush e as bandas de metal melódico que o digam


Eletrônico

A partir do Kraftwerk, o front criativo vai rumo à tecnologia. Influenciando o pop e o comportamento, no final dos anos 80, ele se afasta do rock ortodoxo. Em espírito, trabalhos como os de Prodigy e Fatboy Slim fazem desta uma linha não tão estranha ao rock

terça-feira, novembro 27, 2007

Para gregos e troianos


A genealogia do rock. Ou a cladística, se preferirem.

domingo, novembro 25, 2007

sexta-feira, novembro 23, 2007

Afta



Daquelas de canto de língua, lá atrás, pertinho da úvula, e que incomode muito e doa bastante e sangre demais ao engolir água ou alimentos e quando falar...
É o que desejo para o meu pior inimigo.
Agora, agorinha. Neste exato momento.

sexta-feira, novembro 16, 2007

Quase pronta pra cair na vida!

O que é ser um profissional de publicidade:

1 - Você trabalha em horários estranhos (que nem as putas).
2 - Te pagam para fazer o cliente feliz (que nem as putas).
3 - Seu trabalho vai sempre além do expediente (que nem as putas).
4 - Você é mais produtivo à noite (que nem as putas).
5 - Você é recompensado por realizar as idéias mais absurdas do cliente (que nem as putas).
6 - Seus amigos se distanciam de você e você só anda com outros iguais a você (que nem as putas).
7 - Quando você vai ao encontro do cliente você precisa estar apresentável (que nem as putas), mas quando você volta parece que saiu do inferno (que nem as putas).
8 - O cliente sempre quer pagar menos e quer que você faça maravilhas (que
nem as putas).
9 - Quando te perguntam em que você trabalha você tem dificuldade para
explicar (que nem as putas).
10 - Se as coisas dão erradas é sempre culpa sua (que nem as putas).
11 - Todo dia você acorda e diz: NÃO VOU PASSAR O RESTO DOS MEUS DIAS FAZENDO ISSO (que nem as putas).
12- O pior é que a gente gosta (que nem as putas)

segunda-feira, novembro 12, 2007

Só falta o fuzil



Já tem a cara de mau, veste preto, usa boina...
O que seria? A namorada do capitão Nascimento?

domingo, novembro 11, 2007

Perú - Primeira parada: Pucallpa

Pois diz que eu tenho o costume de viajar, e dessa vez a viagem escolhida foi: Lima e Pucallpa, duas cidades do Perú, o País.

Como não poderia deixar de ser, segue um relato surreal da realidade de lá.

Primeiramente, a viagem agradabilíssima de 5 horas de Miami até Lima. Saí dos infernais 30 graus de Miami para chegar em infernais 15 graus em Lima. O ponto de encontro com o cliente madereiro seria no próprio aeroporto, em frente ao "Dunkin Donuts". Não, Homer Simpsons não estava lá, tampouco algum policial americano de bunda grande! Mas confesso que foi a primeira vez que provei as famosas rosquinhas e são gostosas.

No mesmo dia, de manhã, tive que pegar um voo de Lima até Pucallpa. O Aeroporto de Lima é privatizado, e pagamos uma taxa de 7 dólares para entrar no salão de embarque. No Brasil também é assim, mas não pagamos em guiches no embarque. Pagamos quando compramos a passagem.

Meu bilhete de viagem tinha 3 partes: Bilhete, Controle de Bordo e Controle de Embarque. Só depois entendi que eles tiram oo controle de embarque quando saímos pela porta de embarque, e tiram o controle de bordo quando entramos no avião. Sinceramente, já vi rodoviárias fazendo isso, mas em avião, é a primeira vez.

Entrei, me abanquei, e dormi a viagem de 1 hora todinha, pois eu estava pregado de sono. De vez em quando eu abria os olhos e via a cordilheira dos andes mais abaixo. Logo eu passei a ver a imensidão verde que é a floresta amazonica e me lembrei da temperatura.

Pucallpa, uau! Calor desgraçado, mas se há uma coisa que pode ser pior que isso, é o transito de uma cidade dominada pelos "Motocarros". Dificil de explicar, mas é alguma coisa entre uma moto, um triciclo e um táxi. Vocês já pensaram na mistura de um motoqueiro com um taxista? Sem preconceitos, mas estou apenas seguindo um padrão observado empiricamente.


Cuidado! Eu estou armado e posso ser perigoso. A preferencia é SEMPRE minha!


Outra coisa que aprendi é que não existe a luz "laranja" ou "amarela" por lá. Na verdade, independente de que lado do transito você está, o laranja quer dizer "Siga com cuidado", pra não acertar os outros motocarros.

Os táxis de lá são no esquema de lotação, e todos são Corollas de muitos anos atrás com inscriçoes em japones. Acredito eu que são de segunda mão que foram importados.

Fazer sinal pra que lado vai virar é um enigma. Você liga o pisca-alerta e fica aquela sensação de "se prepare pois eu posso fazer qualquer coisa a partir de agora". É sério, eu tava dentro do taxi quando o motorista fez isso. Emocionante. Esportes radicais pra que? Era uma rodovia!

Era a rodovia que liga Pucallpa a Lima, mais ou menos 500km e 18 horas de viagem. Já pensou? É muita montanha pra subir e descer.

Foi lá em Pucallpa que eu conheci a 'Inca Cola'. É uma questão cultural e existe em todo Perú. Se você, nobre leitor, já esteve no Maranhão, conhece o famoso Guaraná Jesus. Pois a Inca Cola também tem gosto de chiclete. MAS não tem aquele horripilante sabor com cravo e canela. A Inca Cola está para os peruanos assim como o Guaraná Jesus está para os maranhenses.


Guaraná Jesus, você ainda tem o primeiro lugar no meu coração...

quinta-feira, novembro 08, 2007

Neve nos trópicos



Aqui, após sentir o calor de sete meses ao ter regressado, visto toda a camisa do sentimentalismo e digo com força e vontade:
Sinto saudades do inverno de Hiroshima... Das luzes da cidade, das menininhas de mini-saia e sobretudo e sorrisos marotos. De usar um sobretudo e de tomar cerveja irlandesa no pub. De dançar choroso ouvindo The Pogues, de comer dos peixes mais saborosos. Sinto saudades de sentir saudades de casa...

A insatisfação é algo irritante.

terça-feira, novembro 06, 2007

Das coisas piores da vida


Cartaz de "O passado", em cartaz nos melhores cinemas, nas melhores mesas de bar, nas melhores mesas de sinuca, nos melhores quartos de motel, nos melhores puteiros, nas melhores vizinhanças e nas melhores famílias. E nas piores disso tudo acima também.

Post escrito ao ler mais acusações de Heather Mills sobre Paul McCartney em algum lugar da internet enquanto tomo um café.

Entre o que temos de pior, podemos enumerar sem sombra de dúvidas, nossa(s) ex-mulher(es).
Quer ver só? Olha o suplício todo por que passa o finado* beatle Paul McCartney: Tem duas ex-mulheres oficiais (uma é defunta, e o deixou na morte) que não param de atormentar a vida (?) do pobre besouro.

A morta, vivia reclamando dele nos tablóides ingleses, após ele casar com a viva. A viva, após separar-se não para de lançar farpas no pobre coitado: Ou é beberrão,ou é pão duro, ou é tudo de ruim junto num só Paul McCartney. Até a ex-mulher dos outros fala do pobre homem: A viúva do finado John também encasquetou por diversas vezes com nosso amigo fanfarrão, pela assinatura de muitas das obras da dupla. Afinal, Lennon-McCartney ou McCartney-Lennon?

E seguem nessa mesma linha tantas e tantas, que "encasquetam" com o legado deixado: Marieta Severo, que não cansa de reclamar dos hábitos boêmios, bucólicos e cachaceiros do Sr. Francisco Buarque de Hollanda, um brasileiro; as muitas mulheres das muitas celebridades de Hollywood, que casam por dinheiro e divorciam idem; o ex-affair de Renan Calheiros, que além de foder com ele em juizado, fode com nossa vontade ver mais nas páginas das revistas para adultos desta república de bananas, a ex-mulher do Eric Clapton, que também é ex-mulher de George Harrison, outro besouro esmagado pelos hábitos nocivos... Tem a ex-mulher do teu vizinho, a tua ex-mulher... E até as minhas!**

Porra, "cabou, tá cabado" ou o que? Será que essas donas acham que somos e seremos suas posses para sempre?
Tá até nas telas do cinema (Passado, de Hector Babenco). E desta forma, não podemos nos embriagar, nem ir ao bar, nem ir à praia, nem fazer nenhum tipo de putada, que essas porras estão em nossa cola... Porra! O que podemos fazer pra evitar essa praga?

* Sabe-se que Paul McCartney morreu, diversas vezes, em diversos lugares, das mais diversas e variadas causas. Esses fatos estão documentados em várias capas de discos dos Beatles.
** Tenho sim, ex-mulheres e ex-affairs. Mas continuo firme e forte com a atual esposa. Espera-se que por muito, muuuuuito tempo...

segunda-feira, outubro 29, 2007

Eu não vou acabar isso...

Eu não consigo dormir a noite
Nào importa o quanto eu tento
Porque está frio e escuro
E o vento está assobiando
E eu não consigo desligar a luz.

Mamãe está procurando seu bebê
Mas o bebê está tentando chegar em casa
Porque está frio e escuro
E Mamãe não consegue iluminar o caminho
E papai se foi, bye bye

Eu sou só um bebêêêêêêêêê

(Baby - Tenacious D, e a tradução feita por mim)

sábado, outubro 27, 2007

We're all slaves to a big machine



Semana passada, comprei o disco novo do Velvet Revolver, o "Libertad", lançado em Julho passado. Comprei um tanto desconfiado, pois após o enorme sucesso do antecessor e excelente "Contraband", de 2004, achei que eles não conseguiriam fazer grande coisa parecida, principalmente após três anos de barulhos nas estradas e silêncio nos estúdios.

Mas não estamos mais tratando com o Guns and Roses. Não, não se trata disso. O Gn'R acabou para sempre com o suicídio de todos os seus integrantes, restando apenas o Sr. Axila cor-de-Rosas, que teima em prometer disco novo há quase dez anos. Slash, Duff e Matt morreram. E ressuscitaram sob a forma de Velvet Revolver. O disco dispensa qualquer comentário, é excelente da primeira a última das dezessete faixas que compõem o álbum, igualzinho ao trabalho de 2004. Eu queria muito, muitíssimo, ser imparcial aqui e comentar o disco faixa-a-faixa, mas seria fazer propaganda demais pra um bando de filhos da puta viciados com suas quase quarenta décadas. Por isso, disponibilizo um link do tipo "rapidshare" aí em cima, para os que pensam em conferir.

Bom, eu ainda compro discos... Gosto de comprar especialmente LPs, coleciono o quanto posso de música, seja em qualquer formato ou mídia. Tenho um orgulho e carinho gigantesco pela coleção cara e por vezes raras, e por muitas vezes sem-vergonha (por ser pirata também) que eu acumulei ao longo desses anos. E o novo do Velvet Revolver vai tinir por muito tempo ainda nas caixas de som da minha vida.

sexta-feira, outubro 26, 2007

CLASSICO (Das coisas que começo e nunca acabo)

Vocês não podem ver que ele é o cara?
Deixem me ouvir seus aplausos
Ele é muito mais que o cara
É um deus, dourado e brilhante

Se você pensa que é tempo da porra do rock
e a porra do roll, fora de controle,
Entao você tem que rockar pra valer
E chupar a porra da minha pica

Quando você dá as cartas, na porra da escola
Todos os idiotas, com suas jóias
Porque se você pensa que é hora de...
Se você pensa que é hora de...
Se você pensa que é hora de...
Se você pensa que é é hora da porra do rock.

Ele vai detonar com vocês todos,
Vocês sabem, seu nome é Kyle Gass
Rockando e detonando pra porra
Detonando, e rockando pra porra
Pra porra!


quinta-feira, outubro 25, 2007

Para chapar, tu precisas de....


Para chapar. Muitos fariseus, judeus e proto-cristãos necessitavam de uns odres de vinho, do mesmo modo que alguns japoneses necessitam de umas chávenas a mais de saquê. Os irlandeses, desde o início dos tempos (e desde que se conhece a Irlanda), o fazem em doses proporcionais de pints de cerveja escura tipo stout ou uisque irlandês. Os russos, com vodka, e o sertanejo sofrido do agreste, com pinga brava. Sempre foi assim. Até hoje é assim. Não, minto. Há quem chape com agentes psicotrópicos. Os beatles, por exemplo, chapavam com Lucinhas no céu brincando com diamantes.

Mas este honorável rapaz de nome Hans Clauden, não pode ver uma mangaba. Tu não tens noção de como ele perde os sentidos com apenas uma gota de suco de goiaba. Não tens idéia de como ele se transtorna se chega uns cinco metros próximo de um kiwi.

Espero que ele conheça também cupuaçu, bacuri, piquiá, pupunha e cajarana. Se não, tá fodido....
E como tá.

Excelente blogue, sobre frutas. Sem os sais. Somente as frutas.
Pra que eliminar a acidez, afinal de contas?

Link no título. E dia desses, aí do lado também.

quarta-feira, outubro 24, 2007

Antes do Sul, o Sol e o Sal...

Ah... tava com saudades de Fortalinda!
Parece que foi ontem mas já fez mais de 2 anos que me esbaldei naquelas praias maravilhosas.

Preciso relaxar, pensar em muitas coisas que estão prestes a mudar na minha vida. Ano que vem será como o título daquele filme: O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas.

Deixo um beijo em todos os queridos e até a volta o/

Séria Série Começo e Nunca Acabo

Um tempo pra caralho atrás,
Numa cidade chamada Kickapoo
Vivia uma familia humilde
E bastante religiosa.
Mas lá tinha uma ovelha negra,
E ele sabia o que fazer.
Seu nome era jovem J.B.
E ele se recusava a andar na linha.
Uma visão ele teve
Da porra do Rock por todo tempo.
Ele escreveu uma jam deliciosa
E todos os planetas se alinharam...

As bolas dos dragões eram flamejantes
Enquanto eu entrava na sua caverna
Então fatiei seus culhões do caralho
Com uma longa e brilhante lâmina
Fui que fodi com os dragões,
Uma porra de mentira que canto na porra do banheiro
E se você tentar fuder comigo,
Então eu hei de fuder você também
Tenho que levar isso pra zona!
Descarregar tudo isso na zona!
Tenho que lamber tudo na zona!
Tenho que chupar tudo isso na zona!

AHHHHHHH

Você desobedeceu minhas ordens filho,
Por que você nasceu?
Seu irmão é dez vezes melhor que você,
Jesus ama ele muito mais.
Essa música que você tocou pra gente
Vem das profundezas do inferno
Rock and roll é o trabalho do demo,
Ele quer você um rebelde
VocÊ se tornará um filhote sem mente
Belzebú irá controlar o arreio
Seu coração perderá a direção,
E caos você vai trazer.
É melhor você calar sua boca,
É melhor você baixar o tom!
De castigo por uma semana sem telefone!

Não quero ouvir choro,
Não quero ouvir gemidos!
Você vai rezaro ao senhor enquanto você estiver na minha casa!

Dio você pode me ouvir?
Eu estou sozinho e e abandonado
Eu estou pedindo uma direção,
Você descerá do seu trono?
Eu rpeciso de um cara bacana
Que me ensine como ser roqueiro,
Meu pai acha que você é o mal
Mas cara, ele pode chupar um pau.
Rock não é coisa do diabo,
É mágico e radiante.
Eu nunca vou fazer rock enquanto estiver
Preso aqui com meu papai...

Eu te escuto jovem JB,
Você está faminto por rock.
Mas para aprender o método ancestral
Portas sagradas você deve destravar,
Escapar das garras do seu pai
e dessa vizinhança opressiva.
Numa jornada você deve ir
Encontrar a terra de Hollywood!
Na cidade dos Anjos Caídos,
Onde o ocenado encontra a areia
Você vai formar uma aliança forte,
E a banda mais maravilhosa do mundo!
Para encontrar sua fama e fortuna,
Pelo vale você deve andar.
Você deve enfrentar seus demônios internos
Então vá meu filho e rock!

Entao ele se libertou da porra de Kickapoo
Com fome no seu coração.
Ele andou pra longe e distante
Para encontrar os segredos de sua arte
Mas no fim ele descobriu
Que precisava encontrar sua outra parte.
Rooooock!
Rah-ha-ha-ha-hock.
Raye-yayayayaye-ya.

(Kickapoo, gentil e livremente traduzida por mim)
Tenacious D and the Pick of Destiny.

segunda-feira, outubro 22, 2007

muggle de cu é rola


Potter: Emo ou viado? Que se dane! Dá na mesma!

link no título.
Esses baitolos dos personagens do Harry Potter são viados, e como se ninguém soubesse disso.
Pois agora é oficial.

sábado, outubro 20, 2007

Peoma

Quero tocar em vocêêêêê
Como se fossêêêêê
Uma peça de cristaáááááál.
Na mesa de jantar, do natááááááál.

Sei fazer rimááááá
Como sei também urináááááá
Escuto uma banda irlandesaáááááá
Cantanddo pra lá, e pra cááááááá.

Queria te ver com um filmêêêêêêêê
Alta definição e som firmêêêêêêêê
Mas eu só consigo sonhááááááár
Que um dia vou te beijááááááár

quarta-feira, outubro 17, 2007

A malucos Somos Nós corp. APÓIA essa idéia!

Mais uma idéia excelente proposta à nossa sociedade! E nós, da Malucos Somos Nós, não poderíamos deixar de apoiar essa idéia!
Em tempos de valorização profissional e capacitação de nossos jovens, é preciso sim, depositar e demonstrar confiança às nossas jovens estudantes, pois o futuro do Brasil pertence a elas sim!
Coisa bonita de se ver.... Os apelos daqueles que apostam em nossa Nação.
Chega a me dar arrepios. Resignado, me entrego às lágrimas da emoção.

Link no título.


Janine Neves, 25 aninhos, é sim, gente que faz. E como faz.

Almost finished

De acordo com o terra, "Argentino tem traumatismo craniano após pancada".

Faltou só o "...e morre..." no final da frase. Mas nem todas as quartas feiras de manhã são perfeitas.
Link no título.


"y se murio?" perguntavam entre si as "hermanas del orto caliente".

Here we go again...

A minha bússola continua apontando para o sul.

Só que, dessa vez, é mais ao sul ainda...

De novo.

#)






Dedo no título. (ui!)

terça-feira, outubro 16, 2007

coelhinho da páscoa, que trazes pra mim?


Porra, bicho. É foda a contradição que os católicos/cristãos de forma geral entram quando o assunto é canonizar alguém. Neste caso, escolheram o último fantoche do Vaticano, o já apodrecido santo papa João Paulo II, que os vermes o arrotem.

Mais informações no link ao título...

Em uma cidadezinha qualquer da Polônia, numa fogueira acesa na ocasião de uma vigília para o finado papa, exatamente às 21:37 - Hora em que nosso fantoche resolver juntar os pés - uma das labaredas formadas apresentou estranhíssima coincidência com o papa defunto. Bom, não sei das diferenças entre os fusos horários entre o Vaticano e a Polônia, mas imagino que não estejam no mesmo fuso.... Essa é um primeiro detalhe a ser considerado, logo 21:37 no Vaticano pode ter sido, sei lá, o mesmo horário em que nosso amado papa tenha, digamos, soltado a sua última flatulência, ou do contrário, pode ter sido o momento em que seu cadáver deve ter contraído irrecersivelmente os seus músculos.

Segundo detalhe importante a se considerar: Fluidos costumam ser, via de regra, matérias altamente plásticas, e dependendo do posicionamento do observador e do ângulo da fotografia, a silhueta do finado pontífice poderia, digamos, assemelhar-se aos excrementos de um tiranossauro (existem fósseis extremamente bem conservados de excrementos de dinossauros do Jurássico e do Cretáceo).

E em terceiro, sem querer questionar a credibilidade do padre polonês que fotografou as chamas, a "mera coincidência" pode ser obtida por qualquer usuário sem grandes conhecimentos de photoshop, illustrator e softwares afins, com ou sem doses extras de absolut.

Portanto, meus caros... Contem-me outra.

Quando a labareda começar a BENZER com as mãos flamejantes em movimentos e vociferar em latim, me chamem. Eu tenho um extintor de incêndio a base de gás carbônico bem mais poderoso do que as falcatruas de um sistema corruptível como a indústria de santos da toda poderosa igreja católica....

Depois de elegerem as melhores capas....


... Merecemos também que elejam as piores capas da história do Rock.
Não sei se concordo com o "White Album" dos Beatles na relação.... Trata-se de uma capa simples, sem pretensões e sem precedentes. Então por que não colocar todas as variantes? Como o "Black Album" do Metallica, por exemplo?
Até o Caetano tem o seu "Álbum Branco", ora pois.

Link no título.

segunda-feira, outubro 15, 2007

14 de outubro de 2007

Muito pato no tucupí... muita maniçoba... nada da minha vó Iracema, que cozinhava maravilhosamente as coisas da terra pro meu aniversário, mas, enfim...

Espero que o Círio de todos os nortistas tenha sido bacana como o meu: com direito à cervejada, tekilada, carimbó e boi como o meu foi!

Ano que vem, se Deus quiser, já vou tá casada e terei meu iate pra seguir à romaria fluvial cheia de cerveja e agradecendo à graça que pedi esse ano. (preciso ter pressa porque a cirurgia não resolveu a minha vida como eu gostaria)

Então, viva a Nazica!

Viva o meu aniversário!

Grande beijos a todos que freqüentam o blog. E os colegas que não são daqui e não entenderem muito bem esse meu post, deixem uma perguntinha nos comentários, tá, maninhos?

sábado, outubro 13, 2007

Escutando com o ante-braço



Não é tatuagem. Nem queimadura. É cirurgia plástica e alguns chamam de arte o que o sr. Stelarc de sessenta e um anos fez em seu braço. Ele pretende aperfeiçøar o procedimento para que o bizarro órgão se torne funcional no futuro.

Bom, aos interessados, mais possibilidades de piercing podem surgir...

Link no título.

sábado, outubro 06, 2007

Sorte de Hoje:

Os seus talentos serão reconhecidos e devidamente recompensados.

Então é 10 na cabeça e canudo na mão!

\o/

quarta-feira, outubro 03, 2007

Bomba H sobre Belém



Parece letra de Arnaldo Baptista... Só muda a cidade.
Temporada de chuvas que chega bem mais cedo este ano. Vista da minha janela. Coisa mais linda de se ver.

República do Çedilha

Link no título.

Só que eu fico imaginando o festival de atrocidades no futuro, não somente em documentos oficiais, mas também em discursos oficiais, pronunciamentos para o rádio, jingles do governo... E haja nosso idioma ser massacrado por idiotas que, direta ou indiretamente, fomos nós quem designamos para estar lá, seja representando, assinando, ou copiando documentos.

E quando começar a pegar a moda do "internetês" em documentos oficiais? Aí sim, meu caro, "tamo fodido".

terça-feira, outubro 02, 2007

Perfect Boobs = Peitos Perfeitos.

Amigos, se eu não postar um negócios desses, essa matéria pode passar despercebida por todos.



Link no título, como sempre.

segunda-feira, outubro 01, 2007

e se todo mundo fosse igual a voce...



...que maravilha viver....

link no título!

Não sei se concordo, mas tudo bem....


A melhor capa do melhor disco de rock segundo o melhor seriado de TV de todos os tempos....

Palmas para o Nevermind, só isso que tenho a dizer.
Mas, por mais que seja uma brilhante capa de um puta disco de rock, não sei se "Mellon Collie and the Infinite Sadness", que na minha opinião é uma capa bem melhor, merece um simples e singelo vigésimo oitavo lugar, assim como uma arte como a de "In Utero", do mesmo Nirvana, esteja tão bem assim em quadragésimo sétimo... Ou "In the court of King Crimson" lá pro final.... Sei lá. Os profissionais na área que se engalfinhem até a morte pra decidir.
Eu, se tivesse dinheiro, comprava logo era todos eles. Ou a maioria.

Link no título.

Quando eu tiver mais tempo, posto algo como a NOSSA LISTA MALUCOS SOMOS NÓS sobre quais as melhores 50 capas de disco, Ok?

quinta-feira, setembro 27, 2007

Ô, vontade...

Esse domingo o pessoal aqui de casa deu um pulo lá em Mosqueiro, no sítio do meu tio. Eu não fui porque tinha trabalho pra fazer na casa de colega e por não ter que acordar cedo pra ir, me esbaldei no Leblon, mas isso é outra história...

Enfim, sou do tipo de pessoa que adora passear pelo Gúgol Earth, e agora eu gosto mais ainda porque dá pra se cadastrar e postar fotos dos lugares pra elas aparecerem nas imagens do satélite. Passeando por lá, dei uma volta na ilha e encontrei essa foto maravilhosa. Tão maravilhosa que mereceu um comentário na página de fotos e um post aqui:


"Ah, mas essa foto tá tão gostosa que bateu uma vontade de sentar na banquetinha aí pra tomar aquela gelada, só na manha, apreciando a vista!!!!"

Alguém topa?
#)

sexta-feira, setembro 21, 2007

Vivendo na América

A Coca Cola, é uma empresa centenária que faturou ano passado (segundo deus Google) 23.1 bilhões de dólares. Sua sede é em Atlanta, Georgia:



A McDonalds, é uma empresa de mais ou menos 50 anos, e faturou ano passado (segundo Deus Google) 19.1 bilhões de dólares. Sua sede fica em Oak Brooks, Illinois:



Eis que o indivíduo aqui vai pra Atlanta, com a missão história de tomar uma Coca-cola. Por conveniência junkfoodiana, entrei num McDonald's e pedi um tradicional "number 1" com Cola-Cola...

A atendente disse que não tinha Coca-Cola!

quinta-feira, setembro 20, 2007

Gotas de Alegria


Um segredinho:
Não é privilégio dos cuecas derramar felicidade...
Muah!

quarta-feira, setembro 19, 2007

Bom senso no tribunal (ou ainda: "Só o que me faltava...")

Link no título.
Um maluco, senador americano do estado do Nebraska, resolveu, vejam bem, abrir processo contra deus!
Tratando-o por farsante, assassino em série e em massa e terrorista, pediu abertura de inquérito, e o processo anda muito bem, obrigado.
Agora só falta candidatarem o diabo.
Bom, eu voto nele! Desde sempre!

terça-feira, setembro 18, 2007

A Malucos Somos Nós corp. APÓIA essa idéia!

Blogueira amiga, reflita e recite conosco:

"Tira o sutiã...
tira a calcinha...
eu quero ver o seu corpo balançar...."

Mais uma campanha da Malucos Somos Nós por um mundo menos pederasta!

Link no título.

segunda-feira, setembro 17, 2007

segunda-feira, setembro 10, 2007

É natural que seja assim...


Link no título.
M. Jackson em segundo lugar. Beeeeeeeeem atrás....

Enquete

O que vocês acham de misturar um rap com Djavan?

sábado, setembro 08, 2007

Tu podes passar horas....



A dica é do Maluco, e já um tanto antiga.
Link no título.
Joguinho interessante, pra que evoluas o máximo que consigas, devorando presa após presa em um mundo líquido e imaginário.
Somente o trabalho que não evolui em nada...

quarta-feira, setembro 05, 2007

Metendo atrás do Maluco

Pesquisadores gringos perguntaram para homens e mulheres: por que você vai para a cama? Como resultado foram reveladas as 237 razões para se fazer sexo.

As respostas foram agrupadas em 4 tipos:

- Razões do corpo (putos)
- Alcance de metas (guerreiros)
- Insegurança (losers)
- Razões emocionais (mamãezados)

_________________________________________________


Na minha humilde opinião, existe apenas uma razão pra se fazer sexo:

- Porque é bom e eu gosto!


__________________________________________________


Pra desnudar o assunto é só dedar no título.

terça-feira, setembro 04, 2007

Sexo Ecológico

Se tem uma coisa que fazemos bem nessa bagunça é mostrar nossa visão de coisas simples que são largamente desaguados nesse rio amazônico que é a Internética.

Se vocês clicarem no link vocês verão um guia sobre o sexo ecologicamente correto.

E se vocês olharem abaixo, verão O GUIA MALUCOS SOMOS NÓS DE SEXO ECOLOGICAMENTE CORRETO:

1. Economize energia: Se você sabe que vai levar um fora, nem se dê o trabalho de levá-lo. Concentre-se onde você terá mais chances. Nada de masturbação também (!). Mas ora, onde estamos? Nada de punheta. Isso gasta muita energia que pode faltar na hora de alguém resolver não te dar um fora.

2. Jogos sem transgênicos: Isso aí, nada de envolver nerds cdfs transexuais.

3. Afrodisíacos permitidos: Já dizia o Eclesiastes que afros são fracos e meio tímidos. (Essa regra foi escrita só pra fazer o jogo de fonemas) No nosso caso, afrodisíacos são permitidos em escala homeopática.

4. Lingeria orgânica: Calcinhas comestíveis.

5. Lubrificantes naturais: Nada melhor que o bom e velho cuspe. Orgânico, natural, e não é transgênico.

6. Brinquedos sexuais de couro: Lembrem-se tudo natureba. Têm que ser orgânicos, naturais e não transgênicos (existe uma palavra pra não-transgênico? Tipo intransgênicos?)

7. Banhos compartilhados: Opa, suruba liberada! Banhos com 2, 3, 4 ou mais pessoas estão ok. Matemática recomendada: 1 homem (EU!) e o resto de mulher

8. Cama homologada: Isso aí, diga pra mina que sua cama tem selo-verde FSC com Cadeia de Custódia # 02424 e depois me diz se você levou o fora ou não (vide regra #1)

9. Faça o amor, e não a guerra: Nada de enfiar sua espada num dragão ou tentar acabar com uma fofolete do cão com uma cajadada. Prefira sempre acariciar uma flor de vênus com o leite quentinho.

sábado, setembro 01, 2007

E mais uma vez... (gato por lebre)

Mais uma vez, numa reportagem sobre uma apresentação da banda Smashing Pumpkins, o terra cita uma suposta aparição tetal, mas na foto da reportagem opta por divulgar a indefectível careca do Sr. Billy Corgan em detrimento das tetas da menina que tirou o top em público e foi chamada por "vagabunda", atitude homossexual sem procedentes do Sr, Corgan... Tô começando a desconfiar das preferências sexuais do repórter de música do website terra-ponto-com-ponto-bê-erre...

Link no título, como sempre.


"vira essa teta pra lá, sua vagabunda! credo, meus sais!" teria dito o Sr. Billy Corgan durante a apresentação dos Smashing Pumpkins...