quarta-feira, dezembro 24, 2008

Feliz Natividade, pessoas!


Muitos presentes pra todos, principalmente saúde (pra poder biritar e agrrar à vontade), sucesso (pra poder biritar e agarrar à vontade) e prosperidade (na biritação e nos agarramentos que rolarem à vontade).

Beijo pra todo mundooooo!!!

#)

terça-feira, dezembro 23, 2008

Para quem busca finais felizes



Este ano eu assinei um contrato que me valeria pouca mais que oito mil reais ao término do trabalho. Sua conclusão seria em Setembro, porém deixei de receber o que me era por direito ainda em Maio. Quando assinei o contrato, em Fevereiro, eu já pensava em comprar uma TV de tela em LCD de 32".

Em Setembro, meses após o contrato ter sido quebrado, a tela do meu iMac G5 pifou. Parece que não somente a minha, mas da maioria de usuários de iMac G5 comprados ao final de 2005-início de 2006, com um número de série específico. O meu caso e de mais de uma centena de consumidores está bem relatado aqui. Na época, eu pensei que seria uma excelente hora de adquirir uma TV de LCD, para que ela pudesse servir de monitor para o meu macintosh moribundo, ou de utilização limitada. E eu ainda sonhava em receber a quantia que me deviam...

E os meses foram se sucedendo, e ganhei dinheiro aqui e acolá por outros trabalhinhos que eu fiz, mas nada demais. E também nada de me pagarem o que regia o contrato que eu havia assinado já há tanto tempo.

Eis que chegou o natal! Época de confraternizações, festas, troca de presentes e o escambau. E mesmo que o espírito natalino não tenha baixado em sua plenitude em mim, eu tanto ofertei presentes como recebi. E na semana passada, um dente que eu fiz tratamento de canal há dez anos começa a sangrar pela gengiva. E hoje, vinte e três de dezembro de dois mil e oito, dois dias antes de o bom velhinho aparecer pela minha janela (eu moro na Amazônia, e aqui não temos o hábito de construir casas com chaminés), eu vou ao dentista. É a coroa do dente, desgastada. Uma nova, em porcelana, custa setecentos reais. Meia TV LCD de 32" na submarino. Vou ostentá-la com dignidade e maestria, encapando o meu vigésimo sexto dente da arcada superior.

Pedi raspagem e limpeza sem anestesia. Afinal, meu órgão mais sensível já havia sido atingido em cheio pelo orçamento do simpático doutor...

terça-feira, dezembro 09, 2008

Os caçadores dos óculos perdidos

Fim de ano, época de festas, confraternizações e de aniversários, muitos aniversários, dos filhos de outros carnavais tardios. Fim de semana, reencontro dos amigos de longa data, lembranças, risos, sorrisos. Cerveja gelada pra enganar o calor. Lei seca? Bom, só na estrada porque segunda é feriado.

A noite rende fotografias, piadas e novidades. No fim, rola a emendada: aniversário... e viva o Leblon! Música ao vivo, salgadinho, uísque, vinho, vodka e mais fotos! Muita dança, um pouco de jazz, um pouco de bossa. Novas fotos, novas amizades. O reencontro vira encontro e as mesmas pessoas se vêem pela primeira vez.

E no fim de tudo: amigos queridos voltando pra casa, o sol nascendo pelo pára-brisas do carro ao som das "pedras rodopiantes". Uma missão cumprida e... um par de óculos perdidos.

quinta-feira, dezembro 04, 2008

Coisas que só vejo aqui. Parte 2



Não entendeu? Então olhe a foto abaixo:



Isso é um carro da Polícia de Miami Beach.

sexta-feira, novembro 28, 2008

quinta-feira, novembro 20, 2008

Depois de passares a vida toda cozinhando o teu cérebro no vapor, terás sempre uma esperança na tua velhice



Link no título, meus caros. Link no título...

Malocuras e Louquices


Ano 2050. Planeta Terra, Cidade Tóquio. Um local coberto de tecnologia. Os japoneses foram os primeiros a pararem de falar e utilizar apenas o celular como forma de comunicação. Mas os problemas de aflição da alma ainda existiam...

Fugiro Nakombi estava numa praça, no centro de Tóquio. Triste, desolado, desanimado e nunca ouvira falar de Joseph Klimber. Ele pega seu celular:

NEW SMS:
Oi. Estou me sentindo só, sozinho.
SEND

YOU HAVE A NEW SMS:
Diga qual o seu problema.

NEW SMS:
Estou tlIste, tLisTiNho.
SEND

YOU HAVE A NEW SMS:
Defina triste, tristinho

NEW SMS:
Eu naum tenho ningueim pra me amar, meus miguxos sumiram
SEND

YOU HAVE A NEW SMS:
Por que sumiram?

NEW SMS:
Naum sei. eu mandu SMS e ningueim responde. Mando ScRaps e ningueim responde. Eu quero me sentir melhor.
SEND

YOU HAVE A NEW SMS:
Você já experimentou sair com uma menina?

NEW SMS:
Será que funciona? Será que ela vai gostar de mim?
SEND

YOU HAVE A NEW SMS:
Você só vai saber tentando. Digite uma SMS com IWANTSEX e mande para o número 880303.

NEW SMS:
IWANTSEX
SEND

YOU HAVE A NEW SMS:
Olá Gostosão, bem vindo ao IWANTSEX. Você prefere loiras, morenas, negras, ruivas...

E Nakombi nunca mais se sentiu só, pois agora ele tinha IWANTSEX.

Para entender melhor, clique no título.

quarta-feira, novembro 19, 2008

Direto do nosso poço de maldades



"Eu queria um deus que pagasse meu aluguel"; entre outras.
Link no título. Ou bem aqui.

sábado, novembro 15, 2008

Colorado Cauim e Appia

Estamos de volta, e para fazer algo que eu gosto muito, que é falar sobre cerveja! E não é tentar encaixar valores metassomáticos à breja santa, nem tentar dar uma de pseudo-sommelier não senhor, porque já dizia o sábio bêbado: "breja é breja e o resto é merda".

E hoje degustamos de litro e duzentos de Colorado, de lá de Ribeirão Preto, São Paulo. CLARO que não foi só isso, mas de resto, muito já foi dito aqui (Newcastle, Erdinger.....). Da microcervejaria Colorado, provamos uma pilsener, a Cauim do catálogo deles; e uma Weiss, a Appia, ambas presentes de uma estimada família amiga de Brasília, que entre os cicerones que tive figuram entre os que mais gozam de espaço em meu coração.

Mas vamos começar a dissecção das brejeiras:

Pilsener. Boa, simpática, e excelente para "abrir o apetite para as metas", onde "metas" se entende por "grades" ou "engradados" ou "caixas". Após tanto tempo sem ir viçar atrás das artesanais (e que eu tanto admiro, como já deveras explicitado aqui neste espaço boêmio), foi com enorme prazer que eu, em alguns minutos e em excelente companhia (a companhia virtual de nosso maluco-mor, o gato félix, idealizador deste espaço), literalmente devorei.





Appia. Foi a outra breja da noite, Weiss das mais arretadas, daquelas que se bebe esbravejando um bom e sonoro "arre, égua! é hoje que eu dano com a molesta!". Bateu em muita senhora do gelo alemã que já bebi por aí. De acordo com o site dos cabras produtores, na composição o mel marca forte presença, mas para minha alegria eu não constatei nada disso, e tudo o que eu pude provar foi um salutar azedume coadjuvado pela mais que necessária pegada na língua, como se fosse um teco de pimenta leve e suave. Deu vontade de morder um queijo velho nessa hora, mas como exagerei nas ostras cruas na noite anterior (mais que CINQUENTA ostras cruas), eu sosseguei meu facho.... Excelente, sem nenhuma outro vocábulo para descrever.



E para quem quer saber mais sobre este Colorado de idéias, favor visitar-lhes aqui

sexta-feira, outubro 31, 2008

Dedicatória

Uma "selva" de palmas pras pessoas mais queridas, só pros considerados! Feliz dia pros chefes estressados, clientes xiliquentos e vizinhas mal-comidas. Feliz dia pras tias fofoqueiras, pessoas trambiqueiras e os cabras safados. Taxistas, motoboys, motoras de bonde e atendentes de telemarketing também não podem ser esquecidos!

Temos que lembrar também da política, claro! Feliz dia pro George Bush, Bin Laden, Sara Palin e John McCain. E na República das Bananas também temos que homenagear ao nosso querido Lula da Silva, o doutô Járdi Barbalho, Sarneys e Maluf, afinal de contas, nosso país não seria o mesmo sem a ajuda de vcs.

Feliz dia também pros grandes Darth Vader, Jason e Freddy. E um forte abraço praqueles que fizeram história, como o nosso glorioso Hitler, o Stálin, outro pro Saddam. Sem esquecer dos lendários Charles Manson, o Jack e o Zodiac - que estes dois últimos sintam nosso carinho sincero onde quer que estejam no momento!

Feliz dia pra todas as mulheres nojentinhas e também pras piriguetes. E uma homenagem pra lá de especial pra cada "banda" de axé, pagode e funk da face da terra - o que seria da nossa seletividade se não fossem vcs? Um feliz dia também pros argentinos e pros franceses: muitas felicidades! Pros torcedores do Payssandú e do Palmeiras, aí vai o nosso beijo grande.

Mas não podemos esquecer também de desejar um feliz dia pras namoradas-malas de amigos e, em primeiro lugar disparado da nossa lista, pras sogras desse nosso mundo de meu Deus... hoje o dia é todo de vocês!!!

Desculpem se esqueci alguém, mas perdi parte da minha memória no happy hour da Amazon Beer na última quarta-feira. Mas que todos os considerados se sintam devidamente homenageados:

Feliz Dia das Bruxas!!!!!!



E a gente se vê na Zombiewalk.

#)

segunda-feira, outubro 27, 2008

Por um mundo mais rock and roll.

De vez em quando encontramos pérolas novas, recentes, que colocam o rock no caminho certo novamente, como essa bandinha: Theory of a Deadman:



E que o rock continue assim, heterossexualmente saudável.

sexta-feira, outubro 24, 2008

Novis

Diz que apaguei os links de blogs velhos e desatualizados.

Mas mantí os das frutas, eu ainda tenho fé!

E agroa parece que vamos montar uma igreja, pois tem uma parada aí chamada 'Seguidores'

Então se você quiser nos seguir, por conta e risco, sinta-se a vontade. Mas aviso logo.

Deus não perdoa, e o diabo pediu pra sair há tempos.

Isso que é propaganda gostosa de se ver!

sexta-feira, outubro 17, 2008

curta & grossa, feito rapidinha de elevador

Link no título. Mas o título da matéria diz: "... guitarrista do The Breeders ficou viciado no café brasileiro."
....

Porra, bicho. No café? tanta bunda, tanta caipirinha, tanta teta de fora em Copacabana, e o cara me vicia em... café?
Essas porra de indie. Tudo bicho grilo viado mesmo.
Já já e o maluco vem fazer um prognóstico do seqüestro de UMA SEMANA que ocupou o espaço no JN que a cobertura da crise econômica mundial deveria ter ocupado. Complô? Armação? Panis et Circensis? Mais tarde, depois dos reclames do plim plim.

quinta-feira, outubro 16, 2008

Trocando as bolas


ex-Eva Roob, agora Samira Summer: Gente como a gente, gente como você, por um futebol mais masculino e heterossexualmente saudável, onde as bolas balancem a rede ao mesmo tempo que balançam na caçapa. Que a mesma iniciativa se repita em outros países como Suécia, Argentina, Bélgica, Holanda, e onde mais as jogadoras forem gostosas!


Nossa amiga e assídua leitora alemã, Eva Robb, que mais recentemente trocou de nome para Samira Summer, decidiu por fim que o futebol é um universo machista. Ex-jogadora alemã do clube FC Nuremberg, ela afirma que "...o futebol não é mais tão legal para mim. O que eu gosto mesmo é de atuar, por mais que minhas falas não passem de uns tantos gemidos.... Mas assim como em campo, prometo que diante das câmeras eu darei tudo de mim, literalmente!". O fato é que Eva, ou melhor S. Summer, bate um bolão. E o fato mais recente é que a partir de agora ela bate OUTRAS bolas, com a mesma competência e categoria que costumava nos gramados gélidos da Alemanha e da Europa.

Esta é mais uma iniciativa que nós, da Malucos Somos Nós Corp. apoiamos! A sra. Summer realizou que homem não gosta que mulheres corram atrás das bolas, mas que aguentem firme o tranco à frente delas. E que depois preparem o sanduíche de presunto com queijo, lavem a louça e virem o disco na vitrola. E bem rápido, por favor!

Para quem quiser saber mais, o link está no título deste post.

quarta-feira, outubro 01, 2008

Meu Deus!!! Quanta crueldade



Que as mulheres eram más eu já sabia, mas nunca pensei que o universo feminino fosse tão diabólico.

A única parte que não fez sentido foi o "Mesmo que não vá de fato comprar muitas coisas, gaste muito tempo experimentando roupas, sapatos, maquiagem."

Mesmo assim, 'nós adoramos as mulheres'

De caveira a cartola, a trajetória do Cap. Nascimento


E não é que, ao que parece, "Tropa de Elite" vai mesmo ganhar uma continuação para o cinema, com o Wagner Moura interpretando o Cap. Nacimento e tudo? Mais detalhes no link do título....

A notícia me fez relembrar um poemeu rosado, da época da palha seca, que constumávamos entoar sempre quando do processo criativo..... Aí vai:

"Lá vem os homi de farda
Entrando no beco
Entoca toda a parada
Esconde a dona pretinha

Lá vem o batalhão de cana
Com trabuco, berro e escopeta
Queimando as boca de fumo
Deixando crioulo careta

Lá vem os bico de pato
Cortando tudo o que é mato
Fuçando em toda toca de rato
Palha seca é que dá barato"

sexta-feira, setembro 26, 2008

Coisa de pele



"As tatuagens e mutilação física estão entre as formas mais velhas de expressão pessoal e identidade. As subculturas usaram tatuagens como uma forma de auto-representação; uma linguagem visual comunicando personalidade e estado. Philips Projeto examinou a tendência de crescimento de adorno extremo de corpo como tatuagens, furar, implanta e cicatriza. O filme da Tatuagem de Eletrônica expressa o poder visual de tecnologia sensível aplicada ao corpo humano. O filme sutilmente dirige o observador pelas transformações simultâneas emotivas e estéticas entre dois amantes."

quarta-feira, setembro 17, 2008

O País das Maravilhas!

Moraria em ti?
Não sei
Sobreviveria a ti?
Também
Mas tô certa que viveria
E muito

Muito mais do que em qualquer outro lugar
Porque nos outros que fui, não falavam minha língua
É muito bonito
Mas não me vejo lá

Adoro a tua bagunça
O teu jeito de amar
Que atordoa e confunde
Mas deixa ficar

E um pouco de nós, tu carregas em ti
E um pouco de ti, é uma marca em nós

Basta te ver pra ser capaz de te amar

segunda-feira, setembro 15, 2008

Não só descanse em paz...



Mas sinta-se homenageado.

Pra quem tem na música uma trilha sonora constante, e pra quem se identificou com o som maluco do Pink Floyd, a perda é enorme.

Pra quem acompanha com muitos outros fanáticos a história dessa banda, pra quem discute, defende, contesta, concorda.

Saber hoje pela manhã, numa correria doida, na preocupação da vida de ganhar dinheiro, na preocupação de perder dinheiro, é algo estranho.

No meio de muita gente estraha, sozinho, e tendo que segurar, pois não havia tempo pra ficar triste.

Mas aproveitando o momento agora, de escutar notas de teclados que nunca mais serão tocadas do mesmo jeito. Escutar músicas que perdem seu sentido, e escutar músicas que ganham muito mais sentido.

Pra quem me fez visualizar as cenas de Summer' 68 e de Stay. Pra quem me fez imaginar que um dia eu poderia passar pelas mesmas situações, e confesso, passei pelas mesmas situações.

Pra quem foi parte integrante de muitas outras músicas que me tocaram alguma vez na vida.

Fica uma sincera homenagem a Rick Wright. E na esperança que essa perda me fortaleça para muitas outras que virão.

Descanse em paz com seu amigo Syd Barret.

Descanse em Paz...

terça-feira, setembro 09, 2008

O que você quer ser quando crescer?

- Quero ser astronauta!
- E eu, bombeiro!
- Vou ser veterinário.
Alucinógena: motorista de ônibus!

É interessante como a minha infante cabecinha, que podia sonhar alto o quanto quisesse, não tinha essa ambição. Agora, ao lembrar dessa resposta não vinha à baila dos meus pensamentos o trânsito caótico, o calor infernal nem os turnos ingratos. A única coisa que pensava era: "quero fazer algo que eu goste muito". E uma das minhas maiores alegrias sempre foi descobrir novos lugares passeando de automóvel.

Ir pra escola, natação, tomar água de côco em Icoaraci ou comer tapioquinha na Vila de Mosqueiro. Tudo isso era maravilhoso. Mas o que me fascinava mesmo era um dia eu mesma poder "me levar" pra fazer essas coisas. Só que eu nunca quis fazer isso sozinha. Não tem graça descobrir nada sem ter com quem compartilhar. Queria poder levar quem eu gostasse junto comigo na jornada. E como eu via o meu pai, meus tios, os pais dos meus amiguinhos, todos com seu carro, isso tornava o meu sonho mais possível ainda.

A graça não estaria somente em chegar, mas desde a saída de casa. Era uma farra descobrir aqueles cantinhos do caminho em que a gente podia parar pra ver a paisagem, tomar um sorvete, ou até mesmo comprar camarão e abacaxi na beira da estrada. Pra quem sofria (e ainda sofre) de enjôo, dar essas paradinhas tinha um valor extra.

É curioso como a mentalidade de uma criança tende a compactar as idéias num raciocínio mais simples. Então, seguindo essa lógica, eu queria ser motorista de ônibus porque eu poderia dirigir o dia todo e ainda poderia levar todos comigo dentro do meu ônibus. Na minha realidade não existia companhias diferentes com rotas diferentes pra quem eu iria trabalhar. Existia um carro bem grande que cabia todo mundo que eu gostava e que eu ia levar pra passear junto comigo pra onde a gente quisesse.

Aí passa o tempo, a gente cresce, outras necessidades se impõem em nossas vidas. Os caminhos se separam...

Bons tempos em que eu queria ser motorista de ônibus.

sábado, setembro 06, 2008

Num país onde a libertinagem não está em expansão e a liberdade está em extinção...


Toma-se no rabo na televisão!

Calma! Não é no Brasil não, meu caro senhor. Mas sim em terras de Tio Sam.
No link do título, mais e mais detalhes, e o sr. Brad Garrett submetendo-se a um exame de próstata ao vivo, em rede aberta, para todo o país ver e se comover.

Em com palavras próprias: "Eu não acredito que a Fox não tenha participado dessa campanha". E eu lá pago TV por assinatura pra ver esse tipo de coisa?

Stand up comedy.

Sabem aquele cara egocêntrico que fica sozinho num palco, chamando a atenção de todo mundo da platéia? Pois é, aqueles comediantes que fazem "stand up" comédia. Ou, numa tradução livre, piadista de palco sozinho. Seinfield é um bom exemplo.

Depois de séculos, finalmente recebemos um comentário de 'uma paraense qualquer' elogiando nossos textos. Queria saber quanto foi o cachê dela.

Paraense, por ser paraense não é qualquer. As meninas, morenas, da cor do jambo. Sorriso largo. Já escrevi sobre isso antes. São apaixonantes. Prefiro nào comentar sobre os cuecas. Afinal, como diria Roger Ultraje a Rigor, eu gosto de mulher.

Falando em mulher, e tomando um gole de uma excelente cerveja inglesa, estou desconfiando que Baco, ou Dionísio, fizeram as cervejas britânicas tão boas para compensar a falta de beleza e corpo que as inglesas têm.

Já que falamos de bebida, a champanhe e congnac sempre exigem que as pessoas dêem uma cheiradinha antes, já perceberam? É pra não sentir o 'perfume' dos franceses.

Vou parar de falar mal das pessoas pois podem começar a falar mal de mim. Mas posso ir pela exceção. Vou falar de argentinos. Piadinha recorrente: O melhor negócio do mundo é comprar um argentino pelo preço que ele vale e vender pelo preço que ele ACHA que vale.

Agora que já baixei o nível, só resta falar de advogados. Outro dia uma amiga me perguntou qual o meu trauma com advogados. Resposta simples, o número de advogados que me foderam é muito maior do que o número de advogadas que eu fodi.

E a americana com o mineiro? Os dois transando, e ela gritava, "once more, once more" e ele respondia "em Belzonte, em Belzonte".

Num futuro próximo eu volto.

quinta-feira, setembro 04, 2008

Nossas homenagens


Adeus, cabra safado.
Que as raparigas e cornos do outro lado te sejam suficientes para apreciar teus feitos vindouros, que do teu legado, cuidamos nós, os boêmios que sobram pelas bandas de cá.

terça-feira, setembro 02, 2008

Já me dei!

Quando eu for pra Irlanda vou beber até morrer
Manha vida resumida
a beber, beber, beber
Pelas pradarias celtas
vou correr, correr, correr
E no fim do arco íris
eu vou encontrar você

Pelos vales vou beber tchubiruba hey!
Pelos vales vou beber tchubiruba ho!
Pelos vales vou beber tchubiruba hey!
Pelos vales vou beber tchubiruba ho!

O meu pote de ouro
é você, você, você
Minha cerveja querida
Eu agora posso te ter
Vou passar a noite em Pubs
e a Irlanda animar
E com minha banda
vou cantar, cantar, cantar

Pelos vales vou beber tchubiruba hey!
Pelos vales vou beber tchubiruba ho!
Pelos vales vou beber tchubiruba hey!
Pelos vales vou beber tchubiruba ho!

Pelos vales vou beber tchubiruba hey!
Pelos vales vou beber tchubiruba ho!

quarta-feira, agosto 27, 2008

Pra ele

Ele foi embora. E com ele também foram as caras, as bocas, as fotos, as graças. As noitadas que começavam às 4 da tarde e só terminavam com a carona ao amanhecer. Em casa, nos bares, shows, festas ou boates. Com cerveja, wisky, tequila ou vodca. Com amigos, com música, com abraços, risos ou silêncio. Mas acima de tudo, com ele. O sol girava em torno dele. A minha saudade agora gira também.

Saudade do que fomos, tivemos e fizemos. Dos pingados com tapioquinha na volta pra casa. Do véu dele preso no meu carro. Dos nossos pezinhos se balançando no porta-malas alheio. Dos conselhos trocados, dos papos furados, da companhia. Das músicas cantadas aos berros. Saudades de mim. De como ele me fazia sentir, sorrir, brincar, viver. Saudades dele. Do carinho, das tiradas, da loucura, até dos dramas.

Meu amor por ele não tem maldade, nem segundas intenções (por ambas as partes). E o que mais dói é não poder mais ligar pra ele dizendo "tô na porta do teu trabalho te esperando sair", pra gente se perder com nossos amigos em qualquer lugar.

Dele me restou uma camisa roubada, milhões de fotos guardadas e a certeza de que todos esses momentos nunca se apagarão. Que a amizade que eu sinto será sempre a mesma, apesar de saber que nada será como antes. Mesmo que um dia ele volte.

Saudades do que fomos, tivemos e fizemos. Você nem imagina a falta que vai me fazer. E pra você todas minhas lágrimas de saudade e votos de felicidade. Muita sorte no seu caminho fora daqui.

Até qualquer dia, meu querido amigo.

domingo, agosto 24, 2008

"Genialidades" bestiais ou Bestialidades "Geniais"?

PROVA DE REDAÇÃO DA UFMG

Tema: 'A TV FORMA, INFORMA OU DEFORMA?'


'A TV possui um grau elevadíssimo de informações que nos enriquece de uma
maneira pobre, pois se tornamos uns viciados deste veículo de comunicação'.
(Deus!)

'A TV no entanto é um consumo que devemos consumir para nossa formação,
informação e deformação'. (Fantástica!)

'A TV se estiver ligada pode formar uma série de imagens, já desligada
não...' (Ah bom, uma frase sobrenatural ) .

'A TV deforma não só os sofás por motivo da pessoa ficar bastante tempo
intertida
como também as vista' (Sem comentários ).

'A televisão passa para as pessoas que a vida é um conto de fábulas e com
isso fabrica muitas cabeças' (Como é que pode ?).

'Sempre ou quase sempre a TV está mais perto denosco (?), fazendo com que o
telespectador solte o seu lado obscuro'
( esta é imbatível).

'A TV deforma a coluna, os músculos e o organismo em geral' (É praticamente
uma tortura !).

'A televisão é um meio de comunicação, audição e porque não dizer de
locomoção' (Tudo a ver).

'A TV é o oxigênio que forma nossas idéias' (Sem ela este indivíduo não pode
viver).

'..por isso é que podemos dizer que esse meio de transporte é capaz de
informar e deformar os homens' (Nunca tentei dirigir uma TV ).

'A TV ezerce (Puxa!!! ) poder, levando informações diárias e porque não
dizer
horárias' (Esse é humorista, além de tudo).

'E nós estamos nos diluindo a cada dia e não se pode dizer que a TV não tem
nada a ver com isso' (Me explica isso? ).

'A televisão leva fatos a trilhares de pessoas' (É muita gente isso, hein?).

'A TV acomoda aos tele inspectadores' (Socorro!!!) .

'A informação fornecida pela TV é pacífica de falhas' (Vixe!).

'A televisão pode ser definida como uma faca de trezgumes. Ela tanto pode
formar, como informar, como deformar'
(Puts, onde essa criatura arrumou esta faca???).


*A seleção foi feita pelo prof. José Roberto Mathias.

quarta-feira, agosto 13, 2008

IF (just in case)



.... Se o rato rói a roupa do rei de Roma...
... Se tá quente pra caralho em Roma, e nosso herói, o rato, resolve tirar uma siesta...
... E se nos chega o gato, inimigo de morte do herói, o rato....
... E se o gato, este ser infame, devora o rato, este herói malfadado....

PERGUNTA-SE:

Torna-se rei pois, o infame gato?

Não, você é muito feia, não vou ficar com você!*

Nada melhor que uma pesquisa cientificamente científica para comprovar aquilo que empiricamente empírico nós já sabíamos.

Clique no título

* Essa é uma das frases impossíveis de se dizer quando se está bêbado.

domingo, agosto 10, 2008

Postais







That's all...

For now.

Beijos e saudades!

sexta-feira, agosto 01, 2008

Vamos lá só nós

Eu tenho certeza que quando a Alucinógena voltar das Zoropa, e o Bowie voltar do melhor lugar do mundo, vamos ter mais histórias.

Mas por hora, só as minhas.

Amanhã tem mais.

segunda-feira, julho 28, 2008

Pesquisas óbvias, resultados pertinentes



Sim, mais uma pesquisa para sustentar aquilo que todo homem com um mínimo de sensibilidade tem. Não digo sensibilidade para distinguir mais de tres variações de cores, mas sensibilidade reconhecer, na mulher amada, ou na mulher com quem convive, esse período negro (ou vermelho) que elas passam mensalmente.

Eu, que já apanhei, já aguentei choro e chilique, já aguentei mau-humor e mesmo assim, continuo amando as mulheres como Marcelo Nova as ama. Eu sei sim, amigos, que homem sofre com TPM.

Para quem acha que é fácil passar por uma TPM, aviso logo. Não é, não tente ignorá-la. Não tente enfrentá-la. Não tente fingir que ela não existe ou tirar graça dela. Nem tampouco tente levá-la ao nível de uma doença grave. Em qualquer uma das situações, vocês, meus amigos cuecas, estarão SEMPRE errados.

Nosso papel nesses momentos é apenas viver de saco de pancada, ombro para choro, platéia para chilique. E pensar sempre: AINDA BEM QUE É SÓ UMA SEMANA.

quarta-feira, julho 23, 2008

Veado furioso fere duas pessoas na Itália.

É sério, eu fiquei sem palavras.

Deixo pra vocês as conclusões.

Link no título.

quinta-feira, julho 17, 2008

Doce, doce, doce...

A vida é um doce, vida é mel
Que escorre na boca feito um doce
Pedaço do céu...



Me perdi em Paris, meus amores. Me achei em Barcelona. E além de me achar, ainda descolei esse presentinho loooosh.

terça-feira, junho 24, 2008

Eu nem resisto - Cordon Bleu de filhote ao molho de chocolate


Tu pegas uma boa peça de filhote, ou de qualquer outro peixe de carne branca e tenra, e cortas uma fina fatia no sentido das fibras do músculo. Tu cortas umas quatro fatias finas dessas.
Tu pegas quatro fatias generosas de queijo Gruyère. Tu pegas mais quatro fatias finas de presunto cru. E tu dispões de uma boa mostarda forte, alemã de preferência.

Tu pegas cada fatia do peixe, lava gentilmente com limão espremido e sal, e tu pincelas a fatia com um pouco da mostarda. Tu fazes isso em cada uma das quatro. Tu dispões cada fatia generosa de queijo Gruyère sobre a mostarda, e sobre elas as fatias de presunto cru.

Tu encerras cada conjunto enrolando para que a carne do peixe fique por sobre, e tu passas sobre farinha de trigo; depois sobre clara de ovos mexida; e por fim sobre farinha de rosca floculada.

Tu fritas cada um dos empanados em imersão, até que doure a farinha de rosca. Tu secas cada um deles sobre toalhas de papel frituras, até que se absorva a última gota de óleo.

Daí tu dissolves meia colher de manteiga em uma frigideira pequena, com mais meia colher de molho inglês e um tanto de chocolate semi-amargo. Tu adicionas açúcar, e depois sal, ao teu gosto.

Tu dispões cada um dos empanados sobre um prato branco, e pincela um pouco do molho de chocolate recém saído do fogo sobre cada um deles. Tu decoras os arredores do prato com umas pinceladas do molho e mais dois ramos de alecrim fresco; além de uns raminhos de hortelã fresca.



Tu serves quente, acompanhado de arroz tailandês aromatizado com jasmin; vinho tinto Carménère, e uma salada de alfaces roxos crespos, cebola roxa, tomates cereja e queijo branco. Tu pões o concerto de Chet Baker ao vivo em Paris em 1978, tu apagas as luzes e tu acendes as velas.

Tu apagas as luzes e tu acendes as velas....

quinta-feira, junho 19, 2008

A série mais fodástica de todos os tempos!

"Há uma quinta dimensão além daquelas conhecidas pelo Homem. É uma dimensão tão vasta quanto o espaço e tão desprovida de tempo quanto o infinito. É o espaço intermediário entre a luz e a sombra, entre a ciência e a superstição se encontra entre o abismo dos temores do Homem e o cume dos seus conhecimentos. É a dimensão da fantasia.
Uma região Além da Imaginação!"


Uma série antológica, com apenas meia hora de duração, que apresentava o estranho, o bizarro, o inesperado. Essa série é o remake de 2002 desse clássico dos anos 50 e 60, apresentadas por um homem sinistro que abria com um pequeno texto e encerrava com uma lição ou sentença. Era de gelar a medula! Astros do cinema faziam filas para participar de seus episódios, mesmo como figurantes...
.
.
.
.

Alguém me dá?

A coleção completa com todos os episódios, curiosidades e extras sai por uma bagatela de mil e poucos reais.

Só!

Foda ser pobre...

=(

segunda-feira, junho 16, 2008

Lembram dela?


Pois é, agora ela vai ter sua vesão 2.0
(Link no título)

Feliz dia dos destrambelhados atrasado


Padrões...
Eles existem para serem quebrados.