segunda-feira, setembro 15, 2008

Não só descanse em paz...



Mas sinta-se homenageado.

Pra quem tem na música uma trilha sonora constante, e pra quem se identificou com o som maluco do Pink Floyd, a perda é enorme.

Pra quem acompanha com muitos outros fanáticos a história dessa banda, pra quem discute, defende, contesta, concorda.

Saber hoje pela manhã, numa correria doida, na preocupação da vida de ganhar dinheiro, na preocupação de perder dinheiro, é algo estranho.

No meio de muita gente estraha, sozinho, e tendo que segurar, pois não havia tempo pra ficar triste.

Mas aproveitando o momento agora, de escutar notas de teclados que nunca mais serão tocadas do mesmo jeito. Escutar músicas que perdem seu sentido, e escutar músicas que ganham muito mais sentido.

Pra quem me fez visualizar as cenas de Summer' 68 e de Stay. Pra quem me fez imaginar que um dia eu poderia passar pelas mesmas situações, e confesso, passei pelas mesmas situações.

Pra quem foi parte integrante de muitas outras músicas que me tocaram alguma vez na vida.

Fica uma sincera homenagem a Rick Wright. E na esperança que essa perda me fortaleça para muitas outras que virão.

Descanse em paz com seu amigo Syd Barret.

2 comentários:

Rodrigo Soares disse...

Putamerda, daqui a pouco só vai sobrar a escória por cima do chão. Senna, Tim Maia, Syd Barret, Dercy. Outro dia morreu a mãe do meu amigasso Flamarion, e porra, ela era jovem demais e gente fina demais... realmente os bons vão primeiro.

Ou seja... a imortalidade é uma dadiva a quem não presta. o_O

Alucinógena disse...

"Ou seja... a imortalidade é uma dadiva a quem não presta. o_O"

Faço minhas as suas palavras, Rodrigo!