terça-feira, dezembro 09, 2008

Os caçadores dos óculos perdidos

Fim de ano, época de festas, confraternizações e de aniversários, muitos aniversários, dos filhos de outros carnavais tardios. Fim de semana, reencontro dos amigos de longa data, lembranças, risos, sorrisos. Cerveja gelada pra enganar o calor. Lei seca? Bom, só na estrada porque segunda é feriado.

A noite rende fotografias, piadas e novidades. No fim, rola a emendada: aniversário... e viva o Leblon! Música ao vivo, salgadinho, uísque, vinho, vodka e mais fotos! Muita dança, um pouco de jazz, um pouco de bossa. Novas fotos, novas amizades. O reencontro vira encontro e as mesmas pessoas se vêem pela primeira vez.

E no fim de tudo: amigos queridos voltando pra casa, o sol nascendo pelo pára-brisas do carro ao som das "pedras rodopiantes". Uma missão cumprida e... um par de óculos perdidos.

3 comentários:

Claus Hansen disse...

amanhã é a festa de confraternização da empresa.

"o meu amigo secreeeeto..."

ufff

Maluco disse...

O meu amigo secreto...

É uma pessoa divertida, pro-ativa, super bacana, que sempre ajuda nas horas dificeis. Quebra um galhão, tá sempre disposto e de bom humor.

Essas coisas que a gente só fala nas confraternizações.

Ininteligível disse...

Quem não bebe, não tem estória... hehehehe
Queria ter participado :(