terça-feira, novembro 29, 2005

Premeditado Caos


a pedidos... Valeu a espera!

Mas se o rock fosse vivo, hoje ele dava mais um suspiro pra mostrar que tem força.

Sim, há uns 10 anos atrás um malucão em Seattle estudou um pouco de budismo e inventou de estourar com um ritmo meio diferente, mas influenciado por todo o hard rock e punk dos anos 70.

Junto com eles tinha uma outra turma de ativistas que comiam uma geléia alucinógena.

Enfim, essa turma inventou o grunge, não só um rítmo, mas um estilo. E como tudo na vida passa, muitos ficaram na linha do tempo, outros ficaram na linha do tiro. Mas essa turma continuou e mostrou que em terras tupiniquins, o rock sobrevive aqui e alí sem nenhum maníaco de carro atropelando a galera.

Ainda contaram com a presença de um dos últimos vivos da família mais influente do punk-rock, Marky Ramone. Rock and Roll High School!

6 comentários:

Galática disse...

:( limada..droga...
Assim eu afano uns créditos trabalhistas (já pensei nisso várias vezes,heheeh) pego um avião e vou ver o pearljam em SUMPAULO...
Coisa maléfica, não mereces nem leite de rosas nesse vavaco limador qui só!

Bowie Macgowan disse...

Galatica.... Quede tu com teus poderes?
Teu quarto, teu cantinho escuro e estrelado te espera....

Lili Cheveux de Feu disse...

Por que é tão caro, meu Deus? Por que?
Daria um dente, daria um canino para ver esses loucos...

galática disse...

...caninos,presas,se eu usasse "peça" eu tb daria prá ver esses loucos!

Homo forensis disse...

"No palco, sempre sem camisa, ele se bate, literalmente se joga, se machuca e grita que quer ser um cachorro. Já em casa, ele prefere a voz suave da brasileira Astrud Gilberto, e acalenta o sonho de gravar um disco de jazz. Este é o pioneiro do punk, Iggy Pop, 58." Gostei da declaração!!! Espero que agora os roqueiros não me execrem mais porque gosto de jazz e MPB e que os ditos "eruditos" não me execrem porque também gosto de rock!
Aliás, qual será o futuro do rock? A impressão é só minha ou a produção nova está muito ruim? Ou será que só gosto dos velhos mesmo?

Galática disse...

menino,adoro jazz , MPB, samba e ainda assim, sou eternamente rock and roll. Nada de ecletismo ,esse papo de "sou eclético" é coisa de quem não gosta de música e não tem gosto definido mesmo. O que não é seu caso,que bom! qto ao futuro,cara ,sempre tem coisas muito boas surgindo, quem tem bom gosto, curte boas novidades. Não paro de absorver o novo que me agrada,aliás,dizem que parar de absorver coisas novas,é sinal de velhice peeeso.