segunda-feira, agosto 06, 2007

Bomba (ou ainda "envelheco na cidade")



Mil-novecentos e quarenta e cinco. Seis de Agosto, oito e quinze da manha. Desajuizados ianques ranzinzas lancam sobre Hiroshima a primeira bomba atomica, resultando numa das maiores catastrofes da humanidade ate hoje.

Mil novecentos e setenta e nove. Seis de Agosto. Logo apos nascer, nosso amigo Maluco, Felix, mas nao o gato, consumia a sua primeira biritada de eter num quarto escuro de hospital pelotense. Era madrugada, mas ninguem dizia. Vinte e tantos e poucos anos depois, constatava-se mais uma catastrofe: Reencarnava sem que o original tivesse morrido.

Mil novecentos e noventa e nove. O mesmo agosto, so que vinte-e-um. Pastor Joao e sua Igreja invisivel resolvem montar uma filial no ceu, para alegria de deus. E do diabo tambem.

Fatos historicos... Busquemos o que os relaciona.
E saude, paz e vida longa ao nosso querido Maluco. Nao o Seixas, mas daqui de nossa casa de loucos, pelos seus quase trinta anos.

Slainte!

2 comentários:

Moni disse...

cheers!

Maluco disse...

Quase trinta o caralho...
28, mas com um corpinho de 29
e mente de 15.