quarta-feira, dezembro 21, 2005

Eu, eles e a obra


Eu, no meio da reforma...não sei nada de reforma, resolvi fazer uma, me imponho como se fosse um verdadeiro mestre de obras, não tô enganando ninguém, não sei nem quantas buchas são necessárias prá "pregar" umas persianas, nem sabia que precisava de bucha, aliás, já vi que nesse negócio uma coisa puxa outra, que merda!...só sei que não me deixei ludibriar pelo vendedor que queria por força que eu comprasse um galão de tinta de 70 recos (isso já seria demais!).
E tô levando, fingindo "gerenciar" este peculiar mundo dos trabalhadores braçais...
suas marmitas, aquele olho compriiiido pro mulherio de saia curta, não eu, eu frequento o local com roupa de astronauta...

2 comentários:

Alucinógena disse...

A única coisa que eu entendo de obra é dizer se ficou bonito ou feio depois que ela termina...
hehehe

Galática disse...

idem!